CONHEÇA ANTONINA

A cidade para quem quer sossego...

Antonina tem suas origens nas catas e faisqueiras de ouro que nos meados do século XVII existiam nos estuários da região.O Capitão povoador sesmeiro de Nova Vila (Paranaguá), Gabriel de Lara, concedeu as primeiras sesmarias ao litoral paranaense aos senhores Antonio Leão, Pedro Uzeda e Manuel Duarte, considerados fundadores de Antonina.

Baía de Antonina e parte do mangue da prainha.

A esta época remonta as primeiras ocupações que, no entanto, começam a adquirir contornos mais definidos quando, em 1712, o Sargento Mor Manoel do Valle Porto recebe carta de sesmaria e instala-se no sítio denominado Graciosa, iniciando trabalho de mineração, que aos poucos atrai outros colonos, formando-se assim um pequeno povoado.

Posteriormente, na esteira de uma tradição de culto que historiadores locais remetem aos anos 1600, os moradores solicitam e obtêm licença de Frei Francisco de São Jerônimo, Bispo do Rio de Janeiro, para nesse pequeno povoado construir uma capela em louvor a Nossa Senhora do Pilar. Por iniciativa de Manoel do Valle Porto a capela é erigida e 12 de setembro de 1714 ficou considerada a data de fundação de Antonina.

Em torno da igreja forma-se aos poucos uma povoação, ficando o lugarejo conhecido por Capela, por isso até hoje os moradores de Antonina ainda são chamados de capelistas.

Em 1797 passa a categoria de vila, com a designação de Antonina, em homenagem ao príncipe da Beira, Dom Antônio, filho de Dom João VI e Dona Carlota Joaquina.

As principais características de sua urbanização atual tem origem na consolidação de sua função como porto, o que está vinculado a conclusão da Estrada da Graciosa em 1873 e à ligação ferroviária com Curitiba que data de 1891.

Atualmente encontra-se num processo de retomada do desenvolvimento econômico com a reativação de seu sistema portuário e da atividade turística. (Fonte: Antonina.com)

A noite, a escadaria da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar.

 

IGREJA MATRIZ


Sua origem confunde-se com a história da cidade, fundada em 1714. Ganha importância por sua antiguidade e localização privilegiada na praça Coronel Macedo.

IGREJA SÃO BENEDITO


Construção secular que serviu de refúgio religioso dos escravos. Localizada na Rua Dr. Carlos Gomes da Costa.

IGREJA DO SENHOR BOM JESUS DO SAIVÁ


Monumento histórico do século XVIII restaurado em 1976. Localizada na Praça Carlos Cavalcanti.

Igreja São Benedito
Ao fundo, a Igreja do Senhor Bom Jesus do Saivá. A direita, a Estação Ferroviária.

FONTE DA CARIOCA


Construída em 1867, serviu para abastecer a cidade até o final da década de 30. Consta que em 1880 o Imperador Dom Pedro II bebeu de sua água. Localizada no lado esquerdo da Praça Dr. Carlos Gomes da Costa.

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA


Construída em 1916, na fase áurea da erva-mate, quando Antonina se destacou como quarto porto exportador do Brasil.

Estação Ferroviária de Antonina com a Igreja Senhor Bom Jesus do Saivá à direita.

PRAÇA CORONEL MACEDO


É o mais antigo e belo logradouro da cidade. Possui o chafariz, um Coreto e algumas árvores belas e raras.

PRAÇA ROMILDO GONÇALVES PEREIRA – PRAÇA BEIRA MAR


Local aprazível para descanso e contemplação de ilhas e montanhas da baía de Antonina.

COMPLEXO INDUSTRIAL MATARAZZO

Conjunto de edificações da primeira década do século XX, de grande valor histórico, como testemunho do ciclo da erva-mate. Localiza-se na Av. Conde Matarazzo.

SETOR HISTÓRICO

A importância das arquiteturas luso-brasileira e eclética está na harmonia do conjunto formado por sobrados, ruínas e calçadas de pedra. Localizado na área central da cidade.

Teatro Municipal

TEATRO MUNICIPAL


Construído em meados do século XIX ,  remonta à fase áurea da economia antoninense. Localiza-se à Rua Dr. Carlos Gomes da Costa.

PONTA DA PITA

Formação rochosa que avança para a baía, constituindo-se num agradável local de lazer. Localizada no bairro de Itapema.

RECANTO DO RIO DO NUNES

Praia fluvial com área gramada e arborizada, e equipamentos de lazer nas duas margens. Possui churrasqueiras e mesas e está localizado no distrito de cacatu.

PRAINHA

Área de lazer com praia de águas calmas e elevações rochosas junto ao mar. Localizada no bairro Itapema.

PICO PARANÁ

Situa-se na divisa entre Antonina e Campina Grande do Sul, possui altura de 1962 metros, sendo o maior do sul do Brasil. Foi descoberto por Reinhard Maack e conquistado em julho de 1941. Hoje quando já se comemorou o cinqüentenário de sua conquista, o pico faz parte do roteiro dos aficionados do montanhismo. Pertence o ponto culminante à Antonina, porém seu acesso é feito pela BR 116, via Campina Grande do Sul, ou por trilhas via Bairro Alto.

USINA HIDRELÉTRICA GOVERNADOR PARIGOT DE SOUZA


A maior central geradora subterrânea do Sul do Brasil, construída com aproveitamento dos rios Capivari e Cachoeira. Foi inaugurada em 1971 e localiza-se próxima a localidade de bairro Alto.

RIO CACHOEIRA

Na localidade de Bairro Alto, com término próximo a foz do rio Capivari, em um percurso de aproximadamente 3 Km é praticado o Rafting, a descida em bote inflável pelas corredeiras do rio Cachoeira.

EnglishFrenchGermanItalianJapanesePortugueseRussianSpanish